Leite de origem vegetal

Há evidencias e estudos recentes que provam que o leite de vaca é completamente prejudicial à saúde. As comprovações indicam que a ingestão do leite animal está associada às doenças coronárias, obesidade, diabetes, osteoporose, doenças autoimunes, algumas doenças da retina e dos rins e mais uma série de problemas. Por esses motivos, nutricionistas, médicos nutrólogos e pesquisadores ponderam e orientam o não consumo do leite e seus derivados para o bem de nossa saúde. E ainda, ressalvam que o corte do leite em nossa dieta não trará prejuízo algum para o organismo, pelo contrário, nos proporcionará uma saúde mais equilibrada.

Ao longo de tantos anos, culturalmente adotamos a informação de que o leite é a melhor fonte de cálcio para o homem, conhecimento esse que nos foi repassado e recomendado por médicos e pelo pediatra de nossos filhos. E agora? Diante de estudos e comprovações científicas atuais acerca dos malefícios do leite de vaca para o consumo humano nós mães pensamos logo assim: “Se o leite de vaca causa danos, o que meu filho vai beber?” A resposta é: Leite de origem Vegetal.

Podemos obter leites frescos e bastante nutritivos a partir de diversos grãos e sementes. Eles são bem gostosos e ainda ricos em fibra, minerais e saúde. Como o leite da castanha do Pará e da castanha de caju, do arroz integral, semente de abóbora, nozes, amendoim. Há inúmeras opções para introduzirmos em nosso cardápio e de fácil preparação.

Vejam como é fácil o preparo desse tipo de leite, vou apresentar algumas receitinhas para vocês:

Leite de castanha-de-cajú
castanha-de-cajuSua principal função no organismo é proteger os vasos sanguíneos permitindo que toda a circulação do sangue flua melhor. Fornece proteínas e também diminui o colesterol.

Preparo: Um copo de castanhas para três a quatro de água. Bata, coe bem e obtenha quatro copos de saúde.

 

Leite de linhaça

A semente de linhaça fortalece a imunidade, pois é um alimento que apresenta substâncias bioativas, capazes de prevenir e tratar inúmeras doenças. Também diminui as triglicérides, reduz doenças cardíacas e é um anti-inflamatório notável. Para os intestinos funcionarem bem, nada melhor do que utilizar a linhaça diariamente.

Preparo: Um copo de linhaça para quatro copos de água. Bata e coe três vezes em peneira fina. Dá três copos de leite.

 

Leite de aveia

aveiaA aveia é um cereal importante na alimentação dos diabéticos, pois contém fibras solúveis, que auxiliam no controle da glicemia. Protege o coração e a circulação contra a aterosclerose. É rica em cálcio, ferro, magnésio, vitaminas do complexo B e por conter fibras, facilita o fluxo intestinal.

Preparo: Separe um copo de aveia em flocos. Hidrate em água por uma noite. Na manhã seguinte, bata com três a quatro copos de água, coe e obtenha um litro de leite.

 

Leite de castanha-do-pará

castanha do paráAs castanhas-do-pará são conhecidas como “pílulas da felicidade”. Cada uma possui 60 mcg de selênio, um importante antioxidante que varre as impurezas das células. Contám ainda vitaminas E e B1, que exercem papel importante no metabolismo das proteínas e na geração de energia.

Preparo: Um dos mais saborosos! É como tomar leite vindo diretamente da castanheira… Deixe um copo de castanhas pré-lavadas de molho por cerca de oito horas. Bata com quatro copos de água – sempre filtrada ou mineral – para obter três copos de leite. Por ser um leite mais gorduroso, o leite de castanhas precisa ser coado quatro vezes.

[fonte: blog Cantinho Vegetariano]

 Aqui em casa, como já faz um bom tempo que não consumimos leite industrializado nós já tínhamos consciência de que não daríamos esse tipo de leite para nossos filhos. E, quando Artur desmamou introduzimos o leite vegetal na dieta dele e ele aceitou bem. Inicialmente ofereci pela manhã e à noite antes de dormir, mas ele bebeu poucas vezes, o que me deixou um pouco preocupada. Então deixei de lado um pouco da minha ansiedade e comecei a observar que ele não precisava beber o leite como normalmente é oferecido aos bebês após o desmame (numa proporção similar ao consumo do leite materno), porque ele se alimenta bem com pratos ricos em proteínas vegetais e nutrientes, equilibrando assim a dieta dele. Assim, passei a utilizar o leite vegetal no preparo de algumas comidinhas pra ele como: a tapioca molhada com o leite da castanha-do-pará; o cuscuz ao leite de aveia; creme de jerimum utilizando o leite do inhame ou do arroz integral e torta integral de banana com o leite vegetal.

O resultado tem sido bem positivo e o meu pequeno gosta muito!

Experimentem! É uma delícia!

 

Fontes de pesquisas:

http://portugalmundial.com/2013/01/evite-o-leite-pela-sua-saude/

http://www.patriciadavidson.com.br/noticias_texto.php?cod=29

http://www.ebc.com.br/infantil/para-pais/2013/04/leite-de-vaca-faz-mal

Anúncios

5 Respostas para “Leite de origem vegetal

  1. Gabi, gostei do post. Rico em informações e o passo a passo de fazer esses leites, muito legal! Já to procurando substituir o leite desnatado pelo leite da castanha do pará, antes achava aguado, mas achei uma receita tbm muito boa, que agora ta sendo mais fácil pra mim. E tudo é uma questão de hábito tbm né! Vejo a importância de fazer essa substituição por problemas respiratórios que ainda tenho e de alergia. E o leite comum é muito prejudicial pra mim nesse sentido. Mas o que eu ainda não to sabendo substituir são os derivados, queijos, principalmente. Como vc faz?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s