Alimentação mais saudável para as crianças: reflexões e soluções criativas.

Acredito que muitos pais estão cientes de que a obesidade infantil se tornou um grande problema e tem crescido muito no Brasil. A situação está séria, muito séria! É urgente a necessidade de se apresentar uma alimentação mais saudável para as crianças.

Tornou-se comum vermos cenas de crianças comendo biscoitos recheados e salgadinhos industrializados no lanche. Ou se “deliciando” com chocolates em frente à TV. E até mesmo substituindo a refeição do almoço por sanduíche com batatinhas fritas e refrigerante. Gente do céu!! É tempo de cortar da dieta de nossos filhos as comidinhas que não alimentam. É importante refletirmos sobre os padrões alimentares de nossas crianças porque a formação e o desenvolvimento físico e mental delas dependem de uma alimentação equilibrada, natural e nutritiva.

É fundamental começar a mudar os hábitos alimentares, porém, não basta apenas preparar uma comida mais nutritiva e oferecer à criança, porque ela não vai aceitar tão facilmente – salvo os casos das crianças que já consomem uma alimentação saudável desde bebê, quando foram introduzidos os alimentos sólidos – Uma forma de oferecer uma alimentação mais saudável para as crianças é ensiná-las a valorizar os alimentos saudáveis, estimulá-las ao consumo. E como podemos motivá-las?

A autora Conceição Trucom aborda esse assunto com maestria no livro “De bem com a Natureza – cuidando do seu filho com a alimentação viva” e traz uma orientação indicando a melhor maneira para envolvermos as crianças nesse processo de mudança alimentar. Ela aconselha da seguinte forma: “(…) deve-se conhecer mais sobre a cadeia produtiva, propriedades rurais, plantio, colheita, feiras urbanas, mercados centrais, hortifrútis… Levar as crianças aos bastidores, ondem ficam os estoques, ver os produtos chegarem do campo, ver as perdas, saber a evasão do campo, da migração para o campo, conhecer ONGs, cooperativas, associações. Ou seja, valorizar a terra, o homem do campo, descobrir como os alimentos chegam até nós. Valorizar (e incentivar) as escolas com projetos educacionais que incluam a educação ambiental, a cultura de hortas e pomares, da compostagem e da reciclagem.”

Nas minhas buscas pela net encontrei um conteúdo educativo maravilhoso bem adequado para o assunto que abordo nesse post. Trata-se de um vídeo que toca nessa questão de maneira leve e divertida que uni crianças e alimentação saudável. É o Projeto Piquenique – um canal de diálogo para aproximar crianças e adultos do mundo da alimentação – Esse vídeo é muito bom para envolver mais nossos filhos e fazê-los compreender que os legumes e frutas são saborosos e nutritivos.

piquenique2 piquenique1 piqueniqueVer o vídeo aqui.

Outra solução criativa para incentivar nossos filhos a consumir uma alimentação mais saudável é dar tarefas para eles como, por exemplo, ajudar no preparo da comida. Essa prática faz ele se sentir importante e aprender mais sobre o que está comendo.

7Preparar comidas divertidas é também uma grande tática para apresentar a variedade de alimentos que existem e fazer os pequenos comerem sem problemas. Sempre respeitando o momento da refeição.

3 4 5

Para finalizar essa reflexão, entendo que precisamos usar a nossa criatividade para chamar a atenção das crianças, e aos poucos fazê-las entender sobre a importância de um hábito alimentar saudável e os benefícios para o crescimento e o desenvolvimento infantil.

COMO-ENSINAR-SEU-FILHO-A-COMER-LEGUMES

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s